Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
A PRESSA É INIMIGA DA PERFEIÇÃO PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO A INVESTIR Cc

A PRESSA É INIMIGA DA PERFEIÇÃO PARA QUEM ESTÁ COMEÇANDO A INVESTIR

timeTEMPO DE LEITURA MENOS DE 6 MINUTOS

Se você nasceu nas décadas de 80 e 90, pode ter dificuldades comuns à sua geração, conhecida como geração Y, para construir um patrimônio.

O motivo disso é simples.

A exposição a um excesso de opções de investimento e informações, a compulsão por resultados imediatos, a dificuldades com lidar com frustrações e falta de visão de longo prazo podem ser inimigos poderosos para o sucesso econômico individual.

Marcado por diversas características positivas, mas também pela impaciência e pela ansiedade, que podem conduzir a um consumismo imediatista, o indivíduo médio dessa geração pode ter dificuldade para lidar com o tempo necessário à construção da independência financeira.

Quando se depara com as possibilidades da bolsa de valores, então, as dificuldades se tornam exponenciais. Ações, derivativos e contratos oferecem esse resultado rápido.

Em teoria.

Na prática, isso não acontece, sobretudo se o investidor não se preparou com uma boa educação.

Além disso, mercado de renda variável, é necessário um período andando com a água nos calcanhares antes de se dar braçadas em mar aberto.

Para lidar com esses obstáculos, é muito importante ter um filtro, construído por profissionais preparados para lidar com investimentos, uma equipe capaz de proporcionar a educação necessária e um agente autônomo de investimentos.

O agente autônomo de investimento será capaz de dar o feedback constante, uma das necessidades da geração Y, da situação das aplicações desse investidor. Por outro lado, esse indivíduo da geração Y terá que passar por cima de características marcantes suas, caso as tenha: a impetuosidade, a arrogância e a superficialidade.

Se puder passar por cima delas, será capaz de entregar o julgamento de como fará suas aplicações a um profissional mais abalizado. De outra forma, tentará fazer tudo sozinho, podendo ter sucesso ou não.

Receita para o sucesso financeiro: juros compostos e tempo

Pode ser difícil para o integrante da geração X lidar com a ideia de que só fará crescer um patrimônio seguramente com um investimento seguro e constante ao longo de 20 ou 30 anos. A tentação de investimentos que prometam retorno rápido ou até imediato será grande.

A verdade é que alguns bons e seguros investimentos, com risco quase igual a zero, dão retornos de até 17% ao ano. Para alguém que quer algo para ontem, isso pode ser bem frustrante. Porém, ao longo de 3 décadas, isso pode significar uma fortuna, pois os juros mensais incidem sobre o que já foi guardado e sobre o que já rendeu juros anteriores e o que o jovem economiza a cada vez se junta a tudo isso que foi acumulado.

A bolsa de valores, que promete resultados mais rápidos, sim, deve ser uma opção, mas apenas para uma parte do que for acumulado.

O teste do doce

O psicólogo Walter Mischel desenvolveu o teste do doce na década de 60. Explicando de modo simplório, consistia em colocar uma criança diante de um doce. Ela era instruída da seguinte maneira: se resistisse os próximos minutos e não comesse o doce, receberia um doce adicional ao final; e, depois de ouvir isso, era deixada sozinha.

O teste media, assim, a capacidade de a criança de adiar uma gratificação a fim de obter uma gratificação maior ao final de um período. Depois de anos e considerando os critérios da pesquisa, descobriu-se que aquelas crianças que resistiram tiveram uma tendência maior ao sucesso em diferentes áreas da vida.

Você pode ver uma simulação desse teste aqui:

Você, da geração Y, resistiria? A resposta pode ter a ver com a maneira como você conduz seus investimentos.

Avaliação dos Leitores
[Total: 2 Média: 5]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 2 Média: 5]