Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
DIMINUA OS RISCOS DE INVESTIR NA BOLSA COM O STOP LOSS 01

Diminua os riscos de investir na bolsa com o stop loss

Series de Posts: Quero investir na bolsa de valores

timeTEMPO DE LEITURA MENOS DE 10 MINUTOS

Você achou que o preço de uma ação ia subir. Comprou o ativo. Agora o preço começou a cair. Pode cair indefinidamente. Nada é impossível na bolsa, inclusive grandes prejuízos.

Para evitar que você continue comprado em um ativo que pode continuar a cair, existe o stop loss. Ele tira uma boa parte das emoções de medo e ganância do caminho e permite que suas estratégias sejam executadas não importa o que aconteça.

Você sai com um pequeno prejuízo, mas sai.

O stop loss é um mecanismo automático através do qual você determina o máximo prejuízo aceitável em uma operação, no melhor preço possível a partir desse nível. Se a operação atingir aquele patamar é encerrada. Se uma compra cair muito, o stop loss é ativado. Se uma venda subir muito, também.

Ele protege você do esperado e do inesperado.

O ideal é que você, no momento da entrada na operação, determine de antemão o seu stop loss.

Assista esse vídeo do Osney e veja a importância do Stop Loss.

Atualmente, esse patamar de encerramento automático pode ser determinado diretamente nos gráficos das plataformas de negociação, mas você também pode fazer isso usando a boleta do seu home broker.

Em ambos os casos, você faz isso através de seu computador conectado à internet, em casa. Há alguns anos, você precisava instruir o seu corretor sobre o stop loss, ligando para a corretora.

Operar sem stop loss é garantia de perdas e uma irresponsabilidade para com seu patrimônio. Se não fosse o stop loss, muitos investidores continuariam em uma operação fracassada, na torcida de que o fluxo perdedor do preço se invertesse. E quantas ações entraram em um viés de baixa e caíram mais de 90% e depois de muitos anos ainda não retomaram a alta? São vários casos, OGX, NET, B2W Digital, entre outras.

O investidor responsável e vencedor, sem exceção, usa o stop loss. Para ser vencedor é preciso saber perder e admitir o erro. O stop loss é o mecanismo para que isso aconteça.

Você já investe? Conheça a melhor solução, invista com quem entende!

BTN_CLIQUE

Como determinar o ponto de stop loss

Porém não basta colocar o stop loss em qualquer ponto. Em primeiro lugar, através da análise técnica, você precisa verificar até onde o preço pode chegar a cair numa operação, num ponto que determine que ela não irá dar certo.

No caso de uma compra, pode ser pouco abaixo de um fundo, no rompimento de uma linha de tendência de alta, na formação de um pivô de baixa em uma tendência que antes era de alta, pouco abaixo da mínima de um candle relevante ou outro sinal.

Depende de sua estratégia e de seus setups. E você deve ter setups de entrada e saída, ou nem deveria estar investindo na bolsa.

Ao verificar onde fica o ponto de stop loss, você deve ter em mente duas coisas: considerando-se o ponto de entrada, quanto por cento de seu capital total representaria essa perda e se essa perda é no máximo um terço do potencial de ganho da operação.

Vamos a um exemplo:

A ação KXYZ3 deu sinal de compra, de que pode vir a ter uma boa alta. Ela está custando neste instante, R$ 10. Você nota que nos R$ 9,80 há um fundo importante, onde os preços bateram em outros pregões sem chegar a ultrapassar para baixo. O seu stop seria disparado em R$ 9,79, permitindo vendas a partir daí.

Isso representa 2% do valor da operação. O prejuízo máximo que você tomará nessa operação é, portanto, de 2%.

Agora, digamos que você tenha determinado que você não arriscaria mais do que 1% do seu capital de, por exemplo, R$ 10.000 em uma operação.

Nesse caso, você não entraria com a compra de mil ações, mas de apenas 500. Assim, de qualquer modo, você pode perder os 2% no stop loss, mas isso representa apenas 1% do total de seu capital.

Mas a relação risco/ganho está boa?

Usando a análise técnica, você observa que a ação tem potencial para chegar a R$ 10,60. A perda máxima é de R$ 0,20 por ação e o ganho máximo é de R$ 0,60. Então vale a pena, pois o lucro potencial é três vezes maior que o risco potencial.

Esta segunda regra, de relação risco/ganho, pode ser flexível, sobretudo se o seu capital para investir na bolsa for muito maior do que aquele que você vai colocar na operação.

Digamos que, neste exemplo, o potencial de lucro fosse, assim como o da perda, de R$ 0,20, 1 para 1, portanto.

Mas você tem, na bolsa, R$ 1 milhão. E vai investir R$ 5 mil comprando 500 ações da KXYZ3. A operação dá errado e você perde R$ 0,20 por ação, ou seja, R$ 100. Cem reais representam 0,01%, um valor absolutamente dentro de qualquer gerenciamento de risco. Mesmo se você tivesse comprado 5 mil ações, a perda seria de 0,1% do seu capital total.

Quando usar o stop loss?

Sempre, não importa o seu tempo operacional.

Se você opera no day trade, no swing trade, no position, no buy and hold: stop loss sempre.

Na compra ou na venda? Nos dois sentidos: na compra o stop loss fica abaixo e, na venda, fica acima. Lembre-se: atualmente qualquer plataforma de negociação gratuita fornecida por sua corretora tem maneiras muito simples de posicionar stops.

Trata-se de uma espécie de “seguro” que não custa quase nada (apenas o valor de uma ordem normal) e que evita que suas perdas sejam maiores do que você possa suportar e que você “se case” com uma operação que deu errado. Vale lembrar que é importante sempre acompanhar suas operações, pode acontecer do stop pular e não ser acionado, então fique sempre atento.

Casar com uma operação que deu errado é ficar nela, sem arredar pé, torcendo que o ativo volte a assumir uma tendência favorável, comprando ainda mais, fazendo preço médio, e tentando se afirmar num equívoco, alimentando-se de esperanças fúteis.

Bolsa de valores não é igreja. Não adianta rezar.

Os riscos do stop loss

Um dos maiores riscos do stop loss é levar o que, no mercado, apelidou-se de violinada.

A imagem é ótima: imagine o arco de um violino passando pelas cordas. Ele vai e, em seguida volta exatamente de onde veio.

É isso: o preço do ativo atinge seu stop loss, o encerramento da operação é acionado, como a corda vibrante de um violino, e, logo em seguida, o ativo volta para a tendência em que você seria vencedor.

Dá muita raiva e você vai ficar pensando que, se não fosse o maldito stop loss, teria lucrado.

Acredite, todo o mundo, mesmo os investidores mais experientes levam violinadas. E esse é um preço muito menor do que aquele que paga quem opera sem stop loss.

É melhor levar uma violinada que ficar sem as cordas, sem violino, sem arco.

Conheça um curso gratuito sobre o mercado de ações que a Equipe Trader preparou para você!

BOTAO

Sumário
Nome do Artigo
DIMINUA OS RISCOS DE INVESTIR NA BOLSA COM O STOP LOSS
Descrição
Para evitar que você continue comprado em um ativo que pode continuar a cair, existe o stop loss. Ele tira uma boa parte das emoções de medo e ganância do caminho e permite que suas estratégias sejam executadas não importa o que aconteça.
Autor
Nome Publicador
Equipe Trader
Logo Publicador
Avaliação dos Leitores
[Total: 5 Média: 4.6]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Sumário
Nome do Artigo
DIMINUA OS RISCOS DE INVESTIR NA BOLSA COM O STOP LOSS
Descrição
Para evitar que você continue comprado em um ativo que pode continuar a cair, existe o stop loss. Ele tira uma boa parte das emoções de medo e ganância do caminho e permite que suas estratégias sejam executadas não importa o que aconteça.
Autor
Nome Publicador
Equipe Trader
Logo Publicador
Avaliação dos Leitores
[Total: 5 Média: 4.6]