Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
Blog Template 022

Metas para 2017: já traçou as suas?

Um clássico das comemorações de Ano Novo são as metas para os próximos 12 meses. De fato, juntar dinheiro por juntar não faz muito sentido. Dinheiro, cada vez mais, é algo abstrato. Por trás dos números e dos cifrões devem estar objetivos minimamente concretos ou você perderá a motivação. Por exemplo: uma viagem, uma casa, um carro, um curso ou até mesmo uma etapa específica da independência financeira.

Independência financeira

A independência financeira é uma meta interessante. Realmente, não é em um ano que você a atinge. É um objetivo bem complexo. E que, por isso, precisa ser dividido em partes menores e em etapas, no tempo e em setores diferentes da vida financeira pessoal.

Primeiro, você precisa definir quando quer atingir sua meta: daqui a dez, vinte ou trinta anos. E, claro, que meta é essa: R$ 500 mil, R$ 1 milhão ou R$ 10 milhões. Ou mais?

Feito isso, você já delineia mais claramente quanto é possível e aceitável, dentro de suas expectativas, atingir em 2017.

No que diz respeito a 2017, você já tem o tempo bem desenhado: 12 meses. Ao chegar em dezembro, em que etapa de sua vida financeira você quer estar.

Para conseguir isso – sabendo quanto deve poupar e em que investir –, você precisa contar com uma equipe de agentes autônomos de investimento que apontará as melhores e mais seguras aplicações.

Um carro

Se você já entende um pouco de investimento, já sabe que um carro não é uma aplicação. Está mais para uma necessidade ou um desejo.

A primeira opção é verificar se você realmente precisa de um. Em não poucos casos, vale mais a pena investir no aluguel de um imóvel perto do trabalho e fazer os outros deslocamentos de táxi ou transporte coletivo. Por que não uma bicicleta?

Porém, se você precisa mesmo de um novo carro, convém caprichar nos cuidados com o atual. Verifique o provável preço de revenda do seu modelo e quanto faltará para chegar ao novo modelo que quer adquirir. Nesse caso, você já terá uma base de quanto precisará para a nova aquisição.

Verifique se um financiamento para pagar essa diferença vale a pena ou não. Se os juros do financiamento forem inferiores à remuneração do valor total em uma aplicação segura, como os títulos públicos, LCI ou LCA ou, ainda, CDB, prefira o financiamento enquanto o seu dinheiro rende. Mas, claro, antes você precisa ter esse dinheiro guardado: não antecipe recompensas.

Durante o ano, fique em atenção: as revendedoras muitas vezes fazem promoções (cuidado com as pseudo-promoções) e o governo, às vezes, faz isenções de impostos que são repassadas aos consumidores.

Uma viagem

Antes de mais nada, confira nosso artigo anterior sobre como planejar sua viagem para economizar mais.

Uma viagem como meta para 2017 envolve planejamento de muitos detalhes: verificar se vale a pena fazer isso na temporada ou fora dela, as melhores e mais baratas hospedagens – você pode preferir couchsurfing, com hospedagens gratuitas -, como se alimentar e que atrações procurar nos lugares visitados.

Mais uma vez, talvez valha a pena separar uma parte da sua remuneração mensal apenas para esse fim e, quando, já tiver uma parte do dinheiro necessário, fazer um cuidadoso estudo a fim de determinar se é vantajoso parcelar ou financiar uma parte do valor restante, no caso de uma boa oportunidade.

Mas, lembre-se: viajar no fim de 2017 pode ser tão dispendioso quanto viajar no fim de 2016. Assim, negocie consigo mesmo e veja se não é melhor adiar esse objetivo para meados de 2018, sobretudo se for uma viagem mais cara. Quem espera 12 meses consegue esperar 15 meses.

Uma casa

Não são poucas pessoas que estão preferindo pagar aluguel. Cada vez mais o sonho da casa própria está deixando de ser sonho. Porque, às vezes, vale mais a pena deixar seu dinheiro rendendo muito acima dos 0,5% ao mês sobre seu valor – que um imóvel pode dar em aluguel  – que pagar por esse mesmo imóvel, num financiamento com juros bem acima de 0,5%.

Porém, para muitos de nós, ter um imóvel e não pagar aluguel representa um tipo de conforto emocional difícil de explicar. E, ainda, um imóvel pode não ser vantajoso hoje, mas mais tarde pode ser. Talvez, mais adiante, você queira colocar o seu para alugar e morar de aluguel em outra cidade ou em outra região.

Enfim, há vários motivos para se querer um imóvel como meta para 2017.

Como o valor é grande, há muitas coisas a serem analisadas e não é apenas nos 12 meses de 2017 que você resolverá essa equação.

Se você está partindo do zero. Use o ano que chega como um termômetro do que é possível fazer nesse período e o tipo de esforços que terá de mobilizar para atingir o seu objetivo sem prejudicar os outros objetivos de 2017 e de sua longa vida.

Cursos

Quem sabe você queira fazer um curso em 2017. A boa notícia é que no caso de muitos cursos a única coisa que você precisará investir é tempo e tutano. No Youtube podemos aprender de tudo. Inclusive sobre investimentos. Só no canal da Equipe Trader existem diversos conteúdos educativos gratuitos.

Existem também cursos pagos, como o recente Ichimoku Trader, que deve abrir uma nova turma em 2017. Vale a pena, assim, investir uma parte de seu capital a fim de se aprimorar em conhecimentos que ajudem você a multiplicar seu capital.

Avaliação dos Leitores
[Total: 2 Média: 4.5]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 2 Média: 4.5]