Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
Naotenhotempo 01

Não tenho muito tempo, mas quero investir na bolsa: o que fazer?

timeTEMPO DE LEITURA MENOS DE 10 MINUTOS


A maior parte dos investidores na bolsa de valores tem mais o que fazer: seu trabalho, sua

família, seu lazer. É um mito imaginar que você não vai ter tempo para investir na bolsa.

Não são todas as pessoas que dedicam o seu dia inteiro a acompanhar as cotações e a dar

dezenas de ordens de compra e venda de ativos por dia.

Se você se tornar um day trader – tipo de investidor que inicia e encerra todas as suas

operações num único dia – talvez precise dessa dedicação diária. Mas, sobretudo para quem

está começando, não é o caso.

Vamos ver algumas coisas que você deve considerar se você tem pouco tempo.    

 

Tempo operacional: prefira o longo prazo

Há tempos operacionais mais largos que permitem que, seguindo uma estratégia clara, bem

traçada, testada e disciplinada, você só precise ver os preços dos ativos em que tem interesse

uma vez por dia, se tanto. Em outros casos, uma vez por semana. Ou até mais.

Imagine você, no final de uma sexta-feira, conferindo o preço das ações no último pregão da

semana, e definindo rapidamente tudo o que pretende que aconteça na semana seguinte:

comprar, vender ou manter uma posição. Esse é o jeito inteligente de gerenciar seu tempo no

investimento da bolsa.

 

É o caso das operações de swing trade, position trade, médio prazo e longo prazo, também

chamadas de buy & hold, em ordem de duração operacional. Em alguns deles, olhar as

cotações a toda hora pode, inclusive, atrapalhar.

Se, neste momento, você tem pouco tempo para investir na bolsa de valores, a recomendação

que você se foque em operações com prazos dilatados na proporção inversa de sua

disponibilidade. Se tenho pouco tempo, logo prazo. Se tenho muito tempo, curto prazo.

Se você é iniciante, mais uma razão para se focar em operações de prazo maior: quanto mais

curto o prazo mais dificuldades estarão envolvidas.

 

Longo prazo

Ao focar em prazos mais longos, como o Buy & Hold, você não precisa se preocupar com as

cotações diárias, mas com uma situação mais geral da empresa e critérios mais abrangentes.

Dois bons exemplos desses critérios são:

 

A empresa tem valor de mercado maior do que R$ 500 milhões? Vou usar uma metáfora bem

simples. Numa tempestade marítima, qual navio tem mais chance de afundar? O barco de

pesca ou o porta-aviões? Se você vai ficar muito tempo sujeito às intempéries do mercado,

prefira os porta-aviões.

 

A empresa distribuiu dividendos nos últimos cinco anos? Distribuição de dividendos denota

saúde financeira. Quanto mais anos ininterruptos de distribuição de dividendos melhor é a

saúde dela.

Atualmente, um bom critério para o investimento de longo prazo são as empresas privadas,

que não estejam sob controle governamental. Elas não têm as proteções que as empresas

estatais têm e, se em um momento de crise, ainda assim, estiverem apresentando sinais de

saúde como os dois acima, este é um forte indício de que são um bom investimento para o

longo prazo.

 

E os imóveis? Não é melhor comprar um imóvel do que investir na bolsa?

Todos nós acompanhamos o processo de extrema valorização dos imóveis. A tendência é que

esse mercado se estabilize a partir de agora. Nenhum tipo de investimento fica em tendência

de alta para sempre. Nesse caso, o investimento de longo prazo em empresas sólidas é mais

indicado.

 

Uso da internet e de uma plataforma de investimento

Não faz muito tempo era necessário dar suas ordens de compra e venda através do telefone.

Agora, até as menores corretoras oferecem uma ferramenta chamada home broker que

permite que você compre e venda ativos num clicar de mouse.

Normalmente, essa mesma ferramenta traz os gráficos, cotações e análises que ajudam a

tomar uma decisão mais rapidamente: ao final do dia você pode ver os ativos em que está

interessado, programar a compra e os pontos de saída.

 

Você pode automatizar tudo

Num passado não tão remoto, ao comprar uma ação você precisava acompanhar o preço dela

com atenção para vender caso ela atingisse seu objetivo ou caísse demais.

Agora, através do próprio home broker, você programa stops – e é muito importante que faça

isso. Se a ação chegar a determinado preço, os papéis são vendidos automaticamente. Você

não precisa nem se preocupar: pode sair passear, tirar umas férias de trinta dias no Caribe, e

tudo ficará bem, como você programou.

 

Você pode automatizar ainda mais com os robôs de investimento

Agora você também pode usar robôs de investimento, eles automatizam as estratégias que

você aprendeu ou desenvolveu observando ativos que você considera interessante.

Você os programa e, tão logo um ativo atinge um determinado setup que você escolheu, ele

automaticamente o compra – ou vende – na quantidade correta para seu gerenciamento de

risco, determinando os pontos de saída em caso de perda e de ganho.

Esse tipo de ferramenta oferece a chance até mesmo de testar a validade de uma estratégia

antes de ser posta em prática com “dinheiro de verdade”.

Feita a programação do robô, você não precisará mais acompanhar os gráficos. Ele fará tudo

sozinho, sem influências emocionais e desgaste mental e físico de sua parte.

 

Você pode contar com ajuda de profissionais preparados

Sua corretora tem analistas e agentes autônomos capazes de lhe dar as melhores orientações

para que você maximize seus lucros e, ao mesmo tempo, minimize suas perdas.

Você já investe? Conheça a melhor solução, invista com quem entende!

BTN_CLIQUE

Sobre os tempos operacionais

Os tempos operacionais que vão permitir que você não fique observando as cotações durante

o dia inteiro são os seguintes:

 

Swing Trade: as operações duram entre 1 e 5 dias. Utilizam-se os gráficos diários ou semanais.

Visa lucros entre 5% e 8% e os movimentos mais fortes das ações, exigindo estratégias boas e

setups bem definidos.

 

Position Trade: as operações podem durar uma semana ou até alguns meses. Usa os gráficos

semanais e mensais. Visa lucros entre 10% e 20%.

 

Médio prazo: operações que vão de semanas ou até poucos anos. Não é necessário

acompanhar os gráficos ou conhecer profundamente a análise técnica ou fundamentalista,

embora algum conhecimento e uma excelente orientação através dos analistas de sua

corretora seja altamente recomendáveis. Não existe uma estimativa de retorno, mas fazendo

boas escolhas ele é certo.

 

Longo prazo ou buy and hold: operações que podem durar de 10 a 40 anos. Não existe

também uma estimativa de retorno. O importante é investir em uma empresa sólida que

resista e cresça durante a passagem dos anos. É necessário ter algum conhecimento de análise

fundamentalista e fazer aquisições regulares de ações a fim de amortizar a flutuação do preço

ao longo do tempo, fazer o chamado preço médio.

Conheça um curso gratuito sobre o mercado de ações que a Equipe Trader preparou para você!

BOTAO

Avaliação dos Leitores
[Total: 2 Média: 4]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 2 Média: 4]