Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
O HOMEM QUE DESCOBRIU PORQUE AS PESSOAS GANHAM OU PERDEM NA BOLSA DE VALORES 011

O homem que descobriu porque as pessoas perdem (ou ganham) na bolsa de valores – Neuroeconomia: Parte 1

Series de Posts: Neuroeconomia

timeTEMPO DE LEITURA MENOS DE 6 MINUTOS

Você, eu e todo o investidor da bolsa de valores temos em comum comportamentos e maneiras de interpretar a realidade que podem nos levar a erros e a grandes prejuízos.

Agora mesmo você pode estar perdendo dinheiro por causa disso.

Desde a década de 1970, nos Estados Unidos, os psicólogos israelenses Daniel Kahneman e Amos Tversky desenvolveram estudos de finanças comportamentais ou, como se chama atualmente, de neuroeconomia.

Esses estudos culminaram no Prêmio Nobel, recebido por Kahneman e Tversky em 2002. Kahneman e Tversky tornaram-se, assim, os primeiros e únicos psicólogos a ganhar um Nobel de Economia.

Basicamente, segundo os seus estudos, a maioria dos investidores acredita ser racional na tomada de decisões, mas são basicamente irracionais.

As conclusões dos dois pesquisadores fogem do senso comum. De forma bem grosseira, pode-se dizer que se o investidor médio está fazendo algo, provavelmente deveria estar fazendo o contrário. E, se está fazendo o certo, está fazendo pelos motivos errados.

Daí a importância da orientação de uma equipe especializada no comportamento real do mercado, no gerenciamento de risco e na educação para a bolsa de valores.

Segundo os dois ganhadores do Nobel, os investidores confirmam suas atitudes através de vieses – formas de interpretar um contexto – que nada têm a ver com a realidade do mercado. Trata-se de atalhos mentais, verdadeiras armadilhas que moram na cabeça de qualquer um que já tenha se aventurado na bolsa de valores.

Alguns desses atalhos mentais se cristalizaram em ditos populares, abençoados pelo senso comum e que vão fazer você perder dinheiro. Embora, talvez, eles não constem dos estudos da neuroeconomia, demonstram muito bem certos comportamentos que podem levar uma pessoa a quebrar.

Compre na baixa e venda na alta

O investidor experiente sabe que não é possível adivinhar o fundo ou o topo de um preço no gráfico. O preço sempre pode cair mais e sempre pode subir mais. Assim, o melhor é comprar quando há uma forte tendência de alta e vender quando há uma forte tendência de baixa.

Esta ação está cara ou esta ação está barata

Mesmo uma ação que custe R$ 0,01 pode não estar barata o suficiente. A empresa pode fazer um inplit, juntando cem ações em uma única. Assim, você tinha cem ações que custavam R$ 1 e agora você tem uma ação que custa R$ 1. E esse papel agrupado, então, tem bastante espaço para continuar a cair. O mesmo vale para ações que estão aparentemente “caras”. Um conselho: esqueça o conceito de caro e barato no mercado de ações. Isso não existe.

Lucro bom é lucro no bolso

Esse tipo de pensamento faz com que o investidor encerre antes da hora uma operação que está sendo bem sucedida. Se ele mantém esse comportamento, no longo prazo, seus lucros serão menores e serão detonados pelos prejuízos das inevitáveis operações mal sucedidas. Este dito popular da bolsa de valores, tem muito a ver com o próximo artigo, sobre o Viés da Aversão à Perda.

A neuroeconomia, que – como o nome sugere – junta economia, neurociência e psicologia em um pacote só, investiga assim como funcionam esses traiçoeiros processos mentais do investidor.

Claro que é mais complexo do que conseguimos explicar aqui, mas os estudos de Kahneman e Tversky apontaram que os indivíduos deixam de se apoiar em fatos objetivos e passam a tomar decisões em crenças, não poucas vezes erradas, que confirmam essas decisões.

Quando dá certo, as crenças são encaradas como fatos. Quando dá errado, o indivíduo diz que teve azar. Na prática, você verá gente dizendo que perdeu dinheiro por causa da manipulação do mercado, por culpa dos “tubarões”, por causa de uma notícia política inesperada.

Se você está pensando que é mais esperto que isso, o primeiro passo para vencer é admitir: você não é.

É preciso um grande esforço para vencer comportamentos que estão tão entranhados dentro de nós. Uma vez que você os conheça e, não só isso, os domine, terá mais chance de ter sucesso na bolsa de valores. Provavelmente, esta é uma tarefa muito mais difícil do que encontrar um setup vencedor.

Avaliação dos Leitores
[Total: 19 Média: 3.3]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 19 Média: 3.3]