Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
O QUE É CLUBE DE INVESTIMENTOS 01 1111

O que é clube de investimentos

timeTEMPO DE LEITURA MENOS DE 8 MINUTOS

Os clubes de investimento são um bom modo de o iniciante entrar na bolsa de valores. Eles permitem um início com valores menores. Sob uma visão um tanto simplista, são uma espécie de “vaquinha”.

Vários participantes, que já se conhecem previamente ou não, juntam seus valores e, dessa maneira, conseguem investir um montante maior e diversificar melhor seus investimentos.

Outra forma de entender: trata-se de um “condomínio” de investidores. Em vez de administrar um edifício e o ambiente de convivência, todos os membros zelam pelos lucros do grupo.

As vantagens são várias: redução de riscos através da diversificação e do convívio com investidores mais experientes, aprendizado através da participação direta nas assembleias periódicas e um bom potencial de ganho.

É a Bovespa quem regula, fiscaliza, autoriza e cancela o funcionamento de um Clube de Investimento.

Assim como nos condomínios, há reuniões periódicas com os participantes a fim de definir os rumos do clube de investimento. A reunião não precisa ser presencial, admitindo-se o uso de meios eletrônicos.

 

Você já investe? Conheça a melhor solução, invista com quem entende!

BTN_CLIQUE

Atualmente, os Clubes de Investimento são regulados pelos seguintes normativos: Instrução CVM nº 40/1984 e Resoluções 303/2005, 320/2006 e 494/11 do Conselho de Administração da Bolsa de Valores.

Cotas

Quando você se torna membro de um clube de investimento, passa a deter certo número de cotas. A soma dessas cotas é o patrimônio desse clube de investimento. As cotas são mantidas em depósitos nominais a cada cotista.

Para formar um clube de investimento, é necessário um mínimo de três e um máximo de 50. Clubes de Investimento de funcionários de uma mesma empresa podem ter até 150 participantes.  Nenhum dos participantes pode ter mais de 40% das cotas.

Você pode adquirir mais cotas durante a existência do clube.

Administradora

Depois da decisão de formar um clube de investimento, deve ser escolhida a instituição que vai administrá-lo: uma corretora, um banco de investimento ou ainda uma distribuidora.

Cabe à instituição escolhida zelar pelo bom funcionamento do clube. É do interesse dela que isso aconteça.

Ela vai cuidar da documentação, a posição de cada um dos integrantes, as aplicações e os resgates de cotas e vai controlar os títulos – ações e outros – que compõem a carteira.

Resumindo, se você quer criar um ou entrar em um clube de investimento já existente procure uma corretora. Você terá lá todas as informações para tanto. E, uma dica: você não precisa conhecer os participantes de um clube de investimento.

Diz a voz da experiência que clubes de investimento com pessoas que não são próximas – como parentes e amigos – dão menos briga. Imagine você tendo que discutir com o seu primo se devem ou não vender determinado ativo num momento tenso e de alta volatilidade do mercado. Das duas uma: uma crise ou reforça uma amizade ou a destrói.

Estatuto social

Tudo isso é regido pelo estatuto social, que é o documento mais importante do clube de investimento e representa a vontade da maioria dos membros.

É no estatuto social que estará a definição da carteira do clube. A carteira são os títulos – ou ações – adquiridas pela instituição administradora – seja banco ou corretora -, de acordo com a política de investimentos.

Inclusive, um dos principais itens do estatuto social é a definição da composição da carteira do clube de investimento, que deve ser formado por no mínimo 67% de ações e, o restante, pode ser renda fixa ou derivativos, como opções.

O estatuto também traz os custos de administração do clube e com que porcentagem cada cotista deverá contribuir inicial e mensalmente.

O estatuto também deve trazer o prazo de duração do grupo, a taxa de administração, a remuneração do administrador e o que acontece se o clube for dissolvido antes do tempo, bem como o que acontece no caso de morte de um dos membros.

Quantos mais detalhes, menores as chances de haver imprevistos e problemas.

Gestor

Os títulos serão adquiridos por um gestor, que é uma outra figura importante do clube de investimento. Ele pode ser tanto a própria administradora – é o mais comum -, uma pessoa física contratada, uma pessoa jurídica contratada, um representante do clube ou um membro do conselho de representantes do clube.

Para as tomadas de decisões mais importantes existe a assembleia geral, que pode ser convocada de acordo com o estatuto do clube para decidir acerca de todos os negócios a ele relativos. A assembleia também serve para apresentar resultados e para mudanças no estatuto.

Impostos

A tributação do Imposto de Renda segue a tabela regressiva com uma alíquota que começa em 22,5% sobre qualquer lucro em investimentos de menos de 6 meses até uma de R$ 15% para investimentos com pelo menos 720 dias de duração.

O recolhimento é feito pelo gestor e precisa ser declarado no ajuste anual.

Conheça um curso gratuito sobre o mercado de ações que a Equipe Trader preparou para você!

BOTAO

 

Avaliação dos Leitores
[Total: 1 Média: 5]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 1 Média: 5]