Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203
Queroinvestirmastenhomedo 01

Quero investir na bolsa, mas ainda tenho medo: o que fazer?

timeTEMPO DE LEITURA MENOS DE 12 MINUTOS

Você conseguiu guardar um bom dinheiro ao longo dos anos, sente que poderia fazer melhor, mas tem medo dos riscos da bolsa de valores.

A estratégia dos grandes investidores, que têm sucesso na bolsa de valores e ganham muito dinheiro com ela, é assumir riscos, aprender a controlá-los e mesclar a isso o lastro de investimentos que representam portos seguros que garantem uma boa rentabilidade.

 

O que você está perdendo com esse medo da bolsa de valores todo

Segundo esta matéria da Exame (acesse clicando aqui), se você tivesse colocado R$ 10.000 em ações das empresas com melhor desempenho entre 2003 e 2013, nesses  10 anos teria pouco mais de R$ 400 mil, o equivalente a 4000% de rendimento.

Nesse período, a Schulz, subiu de 6.144,59%, a Iochpe Maxion 5.908,70%, Banese, 5.790,24%, Hotéis Othon, 4.704,80% e Cia Hering, 3.529,24%. Mas não tem como saber com certeza que uma empresa terá um desempenho desses na bolsa de valores, ainda mais em um prazo de 10 anos.

Mas mesmo que tivesse sido mais prudente e tivesse colocado seu dinheiro num fundo que reproduzisse o índice Bovespa, o BOVA11, por exemplo, ainda assim os R$ 10 mil teriam virado R$ 32 mil em 10 anos. E olha que tivemos a crise de 2008 aí no meio. Mesmo considerando a atual crise, os ganhos podem ser maiores que os investimentos mais conservadores.

Depois de saber isso, será que você está fazendo tudo o que pode por seu dinheiro?

 

E os riscos da bolsa de valores?

De fato, o risco da bolsa de valores é maior, bem maior, do que o da caderneta de poupança, para citarmos um dos mais seguros, simplórios e populares investimentos.

Porém, ele pode, sim, ser controlado.

Pular de paraquedas é arriscado? Sim.

Mas veja como são raros os acidentes realmente graves, considerando-se o fato de que os praticantes saltam de um veículo em movimento a milhares de metros de altura.

Por quê?

Porque esses atletas gerenciam os riscos. Primeiro tomam ciência de tudo o que pode dar errado e depois eliminam um a um esses itens.

O objetivo de um paraquedista é a adrenalina. O seu é o lucro.

 

Como ter sucesso na bolsa de valores e não se esborrachar

Se você tem uma soma considerável guardada, deve investir na bolsa de valores? Sim.

Deve investir tudo? Não.

Porque você nunca deve perder de vista que a bolsa de valores é renda variável. Uma parte de seu capital deve estar em investimentos nos quais o resultado final seja mais previsível.

Entendido isso, vamos falar da renda variável em si, esta que tem riscos maiores.

Assim como o paraquedista, que estuda muito ainda no chão antes de entrar no avião e dar seu primeiro salto, você vai precisar conhecer o que é a bolsa de valores e aprender sobre a análise técnica, que é um dos métodos possíveis para determinar os riscos de um investimento.

Recomendamos que você veja os vídeos da Equipe Trader.

ASSINE O NOSSO CANAL

 

Os seus instrutores de salto.

Enquanto você não aprende a saltar sozinho, você conta com a ajuda de instrutores de salto. Não é do interesse dele que você tenha uma má experiência, por exemplo, chegando ao chão a 300 quilômetros por hora, o que poderia ser fatal.

Todas as corretoras têm analistas e agentes autônomos cujo principal interesse é que você ganhe dinheiro. Por quê? Porque uma corretora depende do sucesso de seus clientes, sejam eles grandes ou pequenos. A sua corretora quer que você tenha sucesso e tenha uma boa experiência na bolsa de valores.

Assim, analistas e agentes autônomos ajudarão você a fazer as melhores escolhas nos momentos iniciais, protegendo suas suadas economias.

 

Os seus paraquedas

Com a ajuda da análise técnica e de outras metodologias, você estará apto a saber o momento de saltar, se é seguro ou se é melhor esperar um céu e um clima mais favorável. Isto é: você saberá se deve entrar numa operação, o que pode dar errado e em que momento abrir o paraquedas de emergência.

Ao entrar em uma operação de compra, por exemplo, você o faz com a expectativa de que o ativo suba até determinado patamar. Digamos, você compra a R$ 100 e espera ganhar 10%, quando ele chegar a R$ 110 e quando você o venderá. Para ficarmos na metáfora do paraquedismo, este é o momento em que você abre seu paraquedas, tudo de acordo com seus planos.

Mas você, com ajuda da análise técnica, sabe que há uma probabilidade de o preço do ativo cair. Você precisa de um paraquedas de emergência. O nome dele é stop loss. Na hora de comprar um ativo, você determinou matematicamente o ponto suportável de perda e a porcentagem de capital que seria aceitável perder, digamos 2%.

Quando o ativo do nosso exemplo chegar a R$ 98, automaticamente o stop loss é acionado – nosso paraquedas de emergência. E você não precisa nem estar acompanhando o preço do ativo: isso acontece automaticamente mesmo! Você programa o stop loss na hora de comprar uma ação.

Mas essa não é a única ferramenta e o único conhecimento de segurança que você pode usar.

 

Home broker

A partir do momento em que você tiver mais conhecimento de análise técnica e gerenciamento de risco, já pode fazer seus saltos solos.

A melhor maneira de fazer isso é com o home broker, uma espécie de “internet banking” da bolsa de valores que sua corretora colocará a sua disposição.

Você só pode operar na bolsa de valores com o intermédio de uma corretora. Mas o home broker permite que você faça isso sozinho, sem ter que falar com um agente.

Através dele, você programa compras e vendas de ação a determinado valor e compras e vendas automáticas para o caso de a operação ter atingido seu objetivo ou para evitar prejuízos maiores do que permitam um gerenciamento de risco eficiente.

O home broker também dá acesso aos gráficos e demais recursos de dados para tomar decisões acertadas de acordo com sua estratégia, a fim de evitar qualquer risco da bolsa de valores.

 

Você já investe? Conheça a melhor solução, invista com quem entende!

BTN_CLIQUE
Robôs da bolsa de valores

Agora, imagine o seguinte: e, se você, pudesse automatizar ainda mais sua estratégia. Ao perceber que os ativos seguem determinados padrões (e a análise técnica demonstra isso estatisticamente), se pudesse dizer a um robô: “Olha, quando ficar assim, você compra, quando ficar assim, você vende uma parte e, quando ficar desse jeito, você vende tudo. Se cair até este ponto, venda também que não quero perder dinheiro.”

Isso já existe. São os robôs de investimento e eles estão sendo largamente usados e com sucesso.

 

Mas como sei se a estratégia funciona?

Muito fácil. Eles permitem que a estratégia seja testada de acordo com o comportamento da bolsa de valores nos anos e até décadas anteriores.

Você faz a programação – ou o seu agente ajuda você a fazer o setup – e coloca pra rodar ao longo de três anos com o valor que você pretende investir. E, em poucos minutos, verá se a estratégia é vencedora. Veja, a bolsa tem momentos imprevisíveis, mas esses picos e crises são exceções dentro de padrões razoavelmente previsíveis. Você pode ver isso neste vídeo muito interessante da Equipe Trader a partir dos 42 minutos: 

 

Conheça um curso gratuito sobre o mercado de ações que a Equipe Trader preparou para você!

BOTAO

 

Avaliação dos Leitores
[Total: 0 Média: 0]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 0 Média: 0]