Imagem Instant

Erros do iniciante no day trade

O day trade, pela possibilidade de alavancagem, isto é, operar valores que você não tem na sua conta e, assim, obter um lucro equivalente, bem maior do que seu patrimônio, acaba atraindo iniciantes.

Mas, cuidado! Isso pode ser uma armadilha bem séria. O day trade exige uma série de competências – técnicas, intelectuais, psicológicas e emocionais – que, dificilmente, o iniciante tem.

Claro que, feito com os devidos cuidados, o day trade é bom. Mas, a fim de não cair numa cilada, listamos alguns dos principais erros que se pode cometer ao iniciar no day trade.

FAZER DAY TRADE

Isso mesmo. Quando se é iniciante, talvez o simples fato de começar fazendo day trade já seja um grande erro em si.

Talvez o seu maior.

Será que você entendeu mesmo o significado de fazer uma operação alavancada?

É praticamente um empréstimo que a corretora faz e a oscilação do mercado incide sobre esse montante total.

Se o lucro pode ser grande em relação a seu patrimônio real, o prejuízo pode vir na mesma proporção.

Porém, o prejuízo sempre é mais difícil de lidar.

Talvez devesse experimentar outros tempos operacionais, como o swing trade. Haverá tempo de observar o mercado, sua estratégia, definir com clareza um gerenciamento de risco e testar suas emoções, tanto nas perdas quanto nos ganhos.

Além disso, estará usando seu próprio patrimônio. Não estará alavancado. E cada oscilação do mercado corresponde a um ganho proporcional a isso.

ACHAR QUE LEVAR STOP LOSS É ERRAR

Se está fazendo tudo certo, levar stop loss é a melhor coisa que pode acontecer.

O stop loss faz sair de uma operação que está dando errado.

Ela pode retomar a direção que se esperava?

Pode.

Mas, quando se puxa o stop para permanecer na operação, ainda que você lucre, por definição, já está errado.

Porque em outra ocasião, você vai ter esse comportamento perigoso novamente e vai mover o stop. E o seu prejuízo será maior.

Levar stop loss é acertar porque se manteve firme na estratégia e, principalmente, agarrado aos princípios de seu gerenciamento de risco.

OPERAR SEM TER CONHECIMENTO SUFICIENTE

Ao fazer day trade, nenhum conhecimento é suficiente.

Você precisa ter os melhores cursos. Sobretudo aqueles cursos que mostrem que não é fácil ganhar em day trade.

É preciso estudo e sobretudo auto estudo. Parece coisa de mestre oriental, mas para fazer day trade precisamos estar muito ciente de seu próprio comportamento e de suas emoções.

Acima de tudo, evite cursos de professores que prometem receitas prontas, que sempre dão certo. Isso não existe.

ACREDITAR QUE A ALAVANCAGEM É A CHANCE DO ENRIQUECIMENTO RÁPIDO

Vou colar aqui a definição de alavancagem da Wikipédia:

“Em finanças, alavancagem (em inglês, leverage) é um termo genérico que designa qualquer técnica utilizada para multiplicar a rentabilidade através de endividamento.”

Ao só precisar de R$ 100 de margem de garantia para operar um minicontrato de dólar que vale R$ 35 mil, na verdade, a corretora está emprestando a diferença pra você.

Tudo bem, ninguém vai perder R$ 35 mil com um único contrato. Bem antes disso, o setor de análise de risco da empresa vai encerrar por conta própria sua operação.

Mas basta que o mini-dólar se mova 10 pontos (o equivalente a um centavo na cotação) na direção contrária da qual se esperava para que se perca tudo.

E, embora, R$ 100 não pareça muito, eu desafio você a queimar uma nota de R$ 100. Ainda que pareça loucura, o mercado está cheio de pessoas que queimam notas de R$ 100 uma atrás da outra por causa das “vantagens” da alavancagem.

NÃO TER GERENCIAMENTO DE RISCO

Se fosse possível escolher – não é – entre uma boa estratégia de entrada e saída e gerenciamento de risco, o melhor seria ter um bom gerenciamento de risco.

Você precisa saber quanto pode perder em uma operação e em um dia e quanto de seu capital total estará exposto ao risco no day trade.

Por exemplo, se se tem R$ 100 mil, poderia destinar R$ 5 mil para o day trade. Desses, só poderia perder 1% por operação (R$ 50) e 3% num dia (R$ 150), depois do que você encerra suas atividades no pregão. Se aparecer uma possibilidade de entrada, mas o stop loss estiver abaixo de 5 pontos (no caso do dólar), já sabe que não é uma operação para você.

E mais: se suas operações dão gain metade das vezes e loss na outra metade, não adianta o stop loss ser igual ao stop gain. No fim, quanto se ganha empata com o que se perde, mas ainda há os custos das operações. O seu gain tem que ser superior ao loss e o tamanho dos stops será determinado pelo seu índice de acerto.

INVESTIR TUDO EM DAY TRADE

Day trade, mesmo com gerenciamento de risco, exige muitos cuidados extras.

Colocar tudo o que se tem em day trade – ainda mais sendo-se iniciante – não é nada inteligente.

Eu não estou sendo um adivinho ao dizer: você vai perder. Tudo.

Primeiro acumule um capital razoável. Depois, use apenas uma parte desse capital, talvez 5%, para o day trade.

Veja a sugestão do item anterior: de R$ 100 mil, usar apenas 5%. Ninguém vai operar muitos contratos de uma vez. Possivelmente apenas um. Mas quem você pensa que é? O Lobo de Wall Street?

ENCARAR DAY TRADE COMO JOGO DE AZAR

Se se encara o day trade como jogo de azar, vou lhe dizer, você terá azar sim.

Day trade é jogo, mas não de azar.

É jogo de estratégia.

É necessária uma estratégia baseada em conhecimentos sólido: siga-a com disciplina e tenha um bom gerenciamento de risco.

PENSAR QUE VAI GANHAR MUITO DINHEIRO DA NOITE PARA O DIA

Como iniciante, é mais provável que, no começo, se perca algum dinheiro.

Se estiver absorvendo bons conhecimentos, usando uma boa estratégia e seguindo seu gerenciamento de risco como um CDF, vai perder menos.

Com o tempo, terá alguns dias bons e outros nem tanto.

Mas vai levar um tempo para se ter ganhos consistentes e sistemáticos a ponto de dizer que tem um fluxo positivo mensal vindo do day trade.

Os ganhos do day trade, no fim das contas, só revelam sua consistência no longo prazo, como qualquer outro investimento.

ACHAR QUE O NÚMERO DE OPERAÇÕES COM LUCRO É IMPORTANTE

Este é um conhecimento bem importante e um pilar do gerenciamento de risco.

Não importa quantas vezes suas operações dão lucro.

O mais importante é quanto se ganha quando o trade vai na direção esperada e quanto se perde quando não.

Se o trade funciona metade das vezes, mas quando não funciona eu perco o dobro do que quando lucro, terei prejuízo.

Se eu só acerto o trade um terço das vezes, mas lucro quatro vezes mais do que quando erro, terei um lucro considerável.

TENTAR SE VINGAR DO MERCADO OU RECUPERAR PERDAS DE UMA VEZ SÓ

Isso é o típico comportamento de quem pensa que day trade é jogo de azar.

O trader perde R$ 500. Então, com a possibilidade de se alavancar, arrisca R$ 1000 de uma vez para tentar recuperar.

E perde novamente.

Esse é um caminho terrível, perigoso e, não poucas vezes, desastroso.

Se você detectar qualquer indício desse tipo de comportamento, deve sair do mercado. Denota tendências muitas vezes compulsivas e impulsivas.

Você deve se preparar melhor para o day trade e, talvez, ele nem seja o seu lugar. Muito cuidado.

TENTAR LER O MERCADO ATRAVÉS DE NOTÍCIAS

Quem será que sabe melhor o momento de comprar ou vender um ativo?

O gerador da notícia, por exemplo, o diretor de uma grande empresa?

Ou o jornalista que o entrevistou no dia seguinte, levou duas horas para voltar a seu computador, mais duas horas para escrever a matéria, mais uma para esperar a aprovação de seu editor e, finalmente, a publicou no portal?

Notícias sempre estão atrasadas. O melhor repórter do preço de um ativo é o próprio preço do ativo: ele não mente nem se engana.

Principalmente no que diz respeito a day trade, as notícias estão sempre atrasadas. Mesmo aquelas de última hora, que tem divulgação e repercussão imediatas, provocam movimentos imprevisíveis, em direções e amplitudes incalculáveis. Operar notícia não é um bom caminho para o day trader.

Uma maneira de usar notícias a seu favor é escolher aquelas que tem tendência a provocar grande volatilidade para, naquele momento, encostar o barco no cais e ficar de fora.

CONCLUSÃO

Na verdade, a lista de erros dos iniciantes do day trade poderia ser ainda maior, mas só esses itens dão uma boa ideia do quanto esse tempo operacional exige de quem por ele se aventura.

No entanto, a máxima que diz que é errando que se aprende também é verdadeira.

Nosso conselho é que, ao iniciar no day trade, vá com calma para que esses erros, normais de todo iniciante, não o tirem completamente do mercado e o coloquem em uma situação nada confortável.

Avaliação dos Leitores
[Total: 10 Média: 4]

[contact-form-7 404 "Not Found"]
Avaliação dos Leitores
[Total: 10 Média: 4]