Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203

O QUE SÃO AÇÕES?

Imagine que você e mais alguns amigos resolveram montar uma empresa. Cada um de vocês irá investir um montante diferente. Com empresa montada, o investimento total foi de R$ 100. Este é o capital social da empresa. Como cada um de vocês participou com valores diferentes, decide-se dividir esse capital social em partes iguais. Digamos que sejam 100 partes. Cada parte valerá R$ 1 e cada sócio terá uma certa quantidade de partes, equivalente ao valor por ele investido para a criação da empresa. Cada uma dessas partes é uma ação. Uma definição mais técnica diz que: Ação é a menor parcela do capital social das companhias ou sociedades anônimas. É, portanto, um título patrimonial e, como tal, concede aos seus titulares, os acionistas, todos os direitos e deveres de um sócio, no limite das ações possuídas.

QUAL É A RENTABILIDADE DAS AÇÕES?

É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, mas vai depender das cotações nos mercados.

Com ações, você se associa a grandes empresas, mas sem garantia de rentabilidade. Você passa a assumir certos riscos inerentes ao valor das ações, de acordo com o valor do capital social da empresa que a emitiu.

Prever para onde vão as ações não é uma ciência exata, trabalho para profissionais experientes que, ainda assim, nem sempre acertam suas previsões. Através disso a Equipe Trader dispõe aos seus clientes cursos, palestras, workshop aos investidores para melhor sua assertividade. (clique aqui)

PARA QUEM É INDICADO AÇÕES?

A partir de alguns poucos mil de reais já é possível investir em ações. Dadas as suas características, talvez não seja uma boa ideia investir todo o seu capital nesse tipo de ativo, mas uma parte que você está disposto a “arriscar”. É um tipo de investimento que pede mais comprometimento do investidor: disciplina, para traçar e seguir planos e estratégias, e emoções, para não ceder a um possível pânico ou aos impulsos da ganância, que costumam fazer os menos preparados abandonar estratégias.

QUAIS OS RISCOS DE INVESTIR EM AÇÕES

O preço de uma ação obedece a lei da oferta e da demanda, que muitas vezes não tem correlação com o cenário econômico e com as ansiedades dos agentes econômicos quanto ao futuro da empresa. A empresa está no lucro, a economia nacional e internacional estão boas isso poderá ser um cenário de crescimento, elevando assim o preço da ação. Mas o contrário também pode acontecer. Se o cenário mundial estiver ruim e a empresa também, ou uma combinação desses fatores com diferentes intensidades, podem fazer as ações caírem. Sendo que alguns casos podemos verificar ativos tendo “vida própria” que em cenários de crescimento ou crise caminha inversamente ao mercado, sendo uma das principais ferramentas para se prevenir deste tipo de movimentação a famosa “Analise Técnica” que auxilia o investidor em sua tomada de decisão. Protegendo muitas vezes os investidores de perdas expressivas.

COMO É A TRIBUTAÇÃO DE AÇÕES?

O Imposto de Renda é de 15% sobre a diferença entre o valor de compra e o valor de venda, no caso dessa diferença ser um lucro. Taxas de custódia e corretagem (serviços necessários à realização da operação) podem ser deduzidos. O contribuinte é responsável pelo recolhimento do imposto através do DARF (Carnê Leão). Porém, se suas operações não excedem R$ 20 mil no mês, o investidor está isento. Porém se o investidor realizar operações de compra e venda no mesmo dia (day trade), a tributação de IR passa para 20%, sendo 1% retido na fonte.

Lembrando ainda que o contribuinte pagará emolumentos (clique aqui para conhecer as taxas).

COMO FUNCIONAM AS AÇÕES?

O investidor precisa obrigatoriamente de uma corretora para investir em ações. Basta abrir uma conta com a Equipe Trader na XP Investimentos e transferir o valor de sua operação para ela. A partir daí você pode comprar e vender ações usando um homebroker. A partir do seu computador, você emite as ordens de compra e venda (saiba mais clicando aqui).

QUAIS OS TIPOS DE AÇÕES?

Segundo suas características, temos ações preferenciais (PN) e ordinárias (ON).

Preferenciais: Oferecem normalmente participação nos resultados da empresa e prioridade na distribuição de dividendos e reembolso de capital. Não dá direito a voto. A empresa distribui ao menos 25% do lucro líquido do exercício aos acionistas.

Ordinárias: dão direito a voto nas assembleias da empresa. Nem sempre estão acessíveis ao público.

QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DE AÇÕES?

Vantagens

  • Pode ter rendimentos mais altos que outros investimentos.
  • Vendas de até R$ 20 mil não pagam Imposto de Renda no mês. (Swing, Position ou Buy and Hold).
  • Ações preferenciais recebem dividendos, juros sobre capital e, muitas vezes, isso garante melhores resultados que a renda fixa, independentemente da variação de preço.

Desvantagens

  • Não têm cobertura do Fundo Garantidor de Crédito.
  • Investimento de grande risco, que exige muito preparo emocional e conhecimento.
  • Investidor pode correr riscos caso não tenha disciplina.

[contact-form-7 404 "Not Found"]