Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203

O QUE É ALUGUEL (BTC)?

O aluguel de ações é uma forma muito válida de você remunerar seu capital mesmo com o mercado em queda. Se você possui ações de longo prazo – que vai manter durante um período independentemente do cenário – pode alugá-las para aqueles investidores que pretendem trabalhar em posições vendidas sem ter os ativos na carteira: eles vendem as ações alugadas e, depois de encerrada a operação, as recompram e as devolvem ao investidor original. Por esse período é pago um aluguel. Essa negociação é possibilitada através de um banco de títulos (BTC) e pode ser feita facilmente através da corretora. O Empréstimo de Ativos torna os mercados mais líquidos, aumentando sua eficiência e flexibilidade, beneficiando investidores com estratégias de curto e longo prazo. A Bolsa atua como contraparte central e garante as operações.

QUAL É A RENTABILIDADE DO ALUGUEL (BTC)?

O cedente das ações é quem define o valor de quanto deseja receber de juros ao ano, por exemplo, 7%. Esse valor corresponde ao preço do aluguel. A alíquota de 15% do Imposto de renda, sobre o valor resultante é retida na fonte. Para residentes no Brasil que alocam seus ativos, há uma bonificação adicional líquida de de 0,05% ao ano, sobre o montante emprestado. Algumas corretoras, porém, cobram uma taxa equivalente de 0,15%, sobre o total de ativos alugados.

PARA QUEM É INDICADO ALUGUEL (BTC)?

Se o investidor tem muitas ações de longo prazo em carteira, que pretende manter independentemente do cenário de queda ou alta, o aluguel de ações é uma maneira de rentabilizar com segurança esses ativos. Se o investidor é o tomador, os riscos são similares ao da compra de ações. A diferença é que, quando se opera na ponta vendida, a expectativa é de que os preços caiam. Assim, recompra-se as ações por um preço menor do que se foi vendido. Com a diferença, paga-se o aluguel e realiza-se o lucro.

QUAIS OS RISCOS DE INVESTIR EM ALUGUEL (BTC)?

Para quem cede o aluguel, os riscos são menores. As corretoras costumam permitir que apenas investidores com recursos para lastrear os alugueis, podendo pagar pelas ações, realizem estas operações. Além disso, a operação é garantida pela CBLC. Ainda, a BM&FBOVESPA só autoriza as operações depois do depósito das garantias do tomador. Do ponto de vista de quem toma as ações emprestadas, o objetivo é que o preço das ações caiam a fim de se obter o lucro na recompra por um preço mais barato. Se os preços subirem, realiza-se prejuízo.

COMO É A TRIBUTAÇÃO DE ALUGUEL (BTC)?

Para quem aluga, a alíquota de 15% do imposto de renda é retida na fonte. Para quem toma o aluguel de ações, os impostos incidem com isenção para vendas abaixo de R$ 20 mil no mês. Acima disso, a alíquota é de 15% em cima de qualquer lucro. No day trade, a alíquota é de 20%.

COMO FUNCIONA O ALUGUEL (BTC)?

Basta ter uma conta em uma corretora e ter permitido a modalidade de negociação em seu termo de adesão. Para quem toma ações alugadas, a operação se dá também através da corretora.

QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DE ALUGUEL (BTC)?

Vantagens para quem aluga

  • Aumento do desempenho de uma carteira de longo prazo.
  • Garantia da Companhia Brasileira de Liquidações e Custódia (CBLC).
  • Durante o aluguel recebe proventos, bonificações, dividendos como se estivesse de posse das ações.

Desvantagens para quem aluga

  • Imposto de renda: 15% do valor sobre qualquer lucro.

Vantagens para quem toma o aluguel

  • O custo baixo do ativo.
  • Lucro com a queda de mercado.
  • Uso de ativos como garantia nas opções de compra.
  • Garantia da CBLC.
  • A BM&FBovespa só autoriza a operação se o tomador tiver lastro.

Desvantagens para quem toma o aluguel

  • Os mesmos riscos inerentes da compra de ações.
  • Imposto de renda: 15% dos lucros sobre vendas mensais maiores que R$ 20 mil e 20% para qualquer operação no day trade.

[contact-form-7 404 "Not Found"]