Telefone0800.600.4780 ou (43) 3026.4780, de seg. à sex, das 08:45 às 18:00 Whatsapp (43) 98427.4203

O QUE É UMA OPERAÇÃO A TERMO?

O investidor que está investindo “a termo” está em uma operação em que compra ativos financiados por um terceiro. Ele, então, paga juros ao investidor que o financiou. Os investidores fixam os valores para um determinado lote de ações e a liquidação destes ativos se dará em uma data preestabelecida. Se no período estabelecido as ações subirem, o investidor que comprou a termo, paga o valor combinado mais os juros e, caso venda a ação de acordo com o seu valor à vista, fica com a diferença como seu lucro. O vendedor em uma operação a termo tem mais vantagem se as ações caírem. Nesse caso, ele recebe o valor financiado, os juros e, ainda, deixa de amargar um prejuízo caso tivesse que vender as ações por um valor menor do que originalmente comprou. Se as ações subirem, ele as venderá por um valor menor do que o preço do mercado à vista, mas ao menos receberá os juros. Investir a termo é uma maneira de garantir a compra ou a venda de determinado ativo a um certo preço, independentemente do valor da ação no mercado a vista.

QUAL É A RENTABILIDADE DE UMA OPERAÇÃO A TERMO?

Tudo vai depender do quanto uma ação cai ou sobe. Como mesmo analistas experientes não aplicam a certeza em suas estimativas, é difícil dizer o quanto uma operação a termo pode render ou dar de prejuízo. O que se pode dizer é que quando uma ação é negociada a termo, estabelece-se uma garantia de que ela será comprada a determinado valor, mais juros, e, na ponta vendedora, o valor de venda da ação estará protegido contra quedas abaixo do valor combinado.

PARA QUEM É INDICADA A OPERAÇÃO A TERMO?

O investidor em operações a termo deve ter mais conhecimento. Normalmente, investir a termo é uma maneira de proteger o capital contra as oscilações do mercado, garantindo que as ações sejam compradas e vendidas a determinado preço independentemente do preço do mercado à vista.

QUAIS OS RISCOS DE INVESTIR EM TERMOS?

Para quem compra, o maior risco é de o preço da ação cair abaixo do valor do termo. Assim, esse investidor teria que pagar mais caro pelas ações do que elas realmente valem naquele momento, além dos juros. Para quem vende, o maior risco é o de que as ações fiquem acima do valor acordado, mas nesse caso, só deixará de ter um lucro maior, tendo garantido o valor acordado e os juros.

COMO É A TRIBUTAÇÃO DE TERMOS?

Não há nenhum tipo de isenção para operações a termo e a alíquota é de 15%. Para o comprador o imposto incide sobre o resultado positivo entre o preço de venda das ações na data da liquidação do contrato menos o preço nele estabelecido. Para o vendedor, sobre o resultado positivo entre o preço estabelecido no contrato a termo e o preço da compra a vista do ativo para a liquidação daquele contrato. O recolhimento é por conta do contribuinte e pago mensalmente, no mês subsequente às operações. É permitido a dedução de todos os custos e despesas incorridos nas operações, como taxas de corretagem e taxas cobradas pela BMF&Bovespa.

COMO FUNCIONA A OPERAÇÃO A TERMO?

No contrato a termo, há um acordo de compra e venda entre duas partes. Esse acordo não pode ser transferido a terceiros. Se qualquer uma das partes quiser encerrar o contrato antecipadamente, a outra parte deverá aceitar. Não há ajustes diários de posição para o contrato a termo e o resultado financeiro é apurado na data de liquidação do contrato. A operação a termo é realizada em leilão, muito parecida com o mercado à vista. Para investir a termo, você precisa ter uma conta em corretora.

QUAIS OS TIPOS DE OPERAÇÕES A TERMO?

Flexível – é possível substituir as ações-objeto do contrato. O comprador vende à vista as ações adquiridas a termo e o montante fica na CBLC sem remuneração. Assim, o comprador pode usar esses recursos para comprar ações de outra empresa no mercado à vista.

Em pontos – Prevê negociação secundária dos contratos e o valor de cada ponto será calculado pela conversão do valor dos pontos para Reais.

Em dólar – O preço contratado será corrigido diariamente pela variação da taxa de câmbio média de Reais por dólar.

QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DAS OPERAÇÕES A TERMO?

Vantagens

  • Garante a compra de uma ação a determinado preço independentemente de seu valor à vista no dia de liquidação.
  • Diversifica os riscos.
  • Uma opção para obter recursos.
  • Aumento da receita através dos juros, no caso do vendedor.

Desvantagens

  • Exige um pouco mais de experiência do investidor a fim de entender a mecânica e as vantagens da operação.
  • Incidência de Imposto de Renda.

[contact-form-7 404 "Not Found"]